Experiências com as quatro melhores coisas da vida: Comer e Viajar

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A dança do siri e a paranóia americana

O Dória já falou quase tudo que o Monstro tinha pensado sobre o fechamento do restaurante chinês Champion, na liberdade, onde foi encontrado um siri vivo no banheiro. Um grande drama sem necessidade para tanto, já que a ideia de "higiene" pode ser relativizada até certo ponto, e que todo mundo já imagina o nível de limpeza dos restaurantes chineses, enquanto acabam sendo enganados por lugares com aparência de limpos, mas sem nenhuma preocupação real.

Este assunto esteve presente em um dos primeiros posts desse Diário, quando comentava que a neurose norte-americana com a limpeza da comida estava se espalhando pelo mundo, e que estava tornando as pessoas mais frágeis em relação a microorganismos. Era um post que falava "sobre comer merda".

É curioso que a reportagem sobre o siri do banheiro tenha sido publicada no mesmo dia em que se noticiou a fragilidade norte-americana em relação à bactéria Escherichia Coli. Por lá, quando uma pessoa pega qualquer doença em comida, é sinal de que vai haver desespero em relação a ela, e isso já está rolando com a carne moída. Agora, a carne moída vira preocupação nacional nos EUA, e nos últimos dois anos, 112 pessoas adoeceram no país atingidas pela bactéria que se aloja na carne moída. O governo já retirou 14 milhões de toneladas de carne das prateleiras.

Isso soa como paranóia. O Monstro vive dizendo isso à esposa. O velho "o que não mata engorda" bem que faz sentido, e precisamos lembrar que se alimentar é consumir e decompor material orgânico. É bom ter um pouco de cuidado, claro, mas não fazer disso o foco do trabalho culinário. É mais um indício que os norte-americanos parecem querer destruir o prazer de comer, fazendo da higiene e da nutrição os motivos deste que é um dos maiores prazeres do mundo.

5 comentários:

Anônimo disse...

RÁRÁRÁ!!! Isso foi uma piada, né? Péssimo gosto, mas enfim, gosto é gosto , né? Porco é porco, gato e´gato, etc. Tem brasileiro que não come merda, ele é a própria, ama ser enganado, faz vistas grossas pra dinossauro atravessando a marginal, faz piada de tragédia, come merda e acha normal... incrível o nível de noção ... e a coragem então? Publicar uma merda dessa (sim , merda pra ti é liberado, cê acha normal, né?), é coisa pra valente! Falta só vc rasgar dinheiro e palitar os olhos pra se graduar Dr em estupidez! E falo tudo isso na certeza que vc vá gostar e se sentir , se num liga mesmo, né?

Cesar disse...

IMPRESSIONANTE!

O que significa “relativizada até certo ponto” para você ?
Se vc não se importa com um siri no banheiro de um restaurante, ou com outros produtos mal acondicionados ou com a validade vencida, eu me importo. E, com certeza, as pessoas que se importam são muito mais numerosas que vc.

Paranóia ?Legal, monstro. Gostaria muito que o Champion ficasse aberto para que vc comesse la todos os dias.
Ops, relativize. Peça ao garçom esse siri que estava passeando no banheiro.

Quanto ao Dória, uma palavra: RIDÍCULO.

Anônimo disse...

cada um come o que quer e cada um lê e apreende o que deseja. Não vejo na matéria nenhuma apologia à merda na cozinha, embora os entendidos classifiquem a cozinha comoo local onde mais se acumulam bactérias e nâo o banheiro. Será que estes comentaristas, tão higiênicos (que até parecem de papel para limpar a mesda que dizem, passam álcool na casca da banana, antes de se deliciar com este fruto? Sou mais voce, monstro

Anônimo disse...

cada um come o que quer e cada um lê e apreende o que deseja. Não vejo na matéria nenhuma apologia à merda na cozinha, embora os entendidos classifiquem a cozinha comoo local onde mais se acumulam bactérias e nâo o banheiro. Será que estes comentaristas, tão higiênicos (que até parecem de papel para limpar a mesda que dizem, passam álcool na casca da banana, antes de se deliciar com este fruto? Sou mais voce, monstro

Anônimo disse...

Entendi a mensagem monstro: o cuidado com a higiene deve ser tratado com prudencia para nao evoluir para a histeria; o corpo humano e o ambiente em que vive é formado de bilhões de bacterias, varias delas fundamentais para a vida humana (e a boa noticia é que elas precisam de nos tambem para viver). A proposito, aquele siri cozido com pirao deveria ser o prato principalmente do restaurante naquele dia.